Pular para o conteúdo

O maior risco do Bitcoin

O bitcoin é um ativo super volátil. E volatilidade deve ser sempre respeitada por quem deseja implementar uma estratégia antifrágil de gerenciamento de risco.

Mas sabe qual é o maior risco do bitcoin, que pouca gente fala?

Vem fazer um passeio comigo!

Em 2010 (o primeiro ano que temos registro de preço) o bitcoin caiu 51,28%, saindo de $0,39 para $0,19.

O começo de 2011 também não foi fácil. O bitcoin murchou mais 37,61%, saindo de $1,09 para $0,68.

Mais pro fim de 2011, conseguiu a proeza de despencar incríveis 81,43%, saindo de $11,87 para $2,20.

Em agosto de 2012, amargou mais 56,76% de queda, saindo de $16,38 para meros $7,08.

Em abril de 2013, derreteu inacreditáveis 82,74%, saindo de $259,14 para míseros $44,73.

Entre novembro de 2013 a janeiro de 2015, desabou mais 86,89%, saindo de $1.162,11 para lamentáveis $152,33.

Já em setembro de 2017, desmoronou mais 40,76%, saindo de $4.990,92 para lastimáveis $2.956,59.

De dezembro de 2017 até dezembro de 2018, definhou mais 84,21%, saindo de $19.651,33 para ínfimos $3.102,53.

De abril a junho de 2021, tombou mais 56,16%, saindo de $64.942,71 para desprezíveis $28.469,45.

E hoje estamos no meio de mais um dos inúmeros bear markets, flertando com $18.000, e acumulando uma queda de 72% até o momento (só mais do mesmo).

Se você ainda não pegou o padrão da montanha russa, deixe-me desenhar:

de $0,39 para $0,19 (-51,28%);

de $1,09 para $0,68 (-37,61%);

de $11,87 para $2,20 (-81,43%);

de $16,38 para $7,08 (-56,76%);

de $259,14 para $44,73 (-82,74%);

de $1.162,11 para $152,33 (-86,89%);

de $4.990,92 para $2.956,59 (-40,76%);

de $19.651,33 para $3.102,53 (-84,21%);

de $64.942,71 para $28.469,45 (-56,16%).

Deu pra entender que só “morre” quem não tem convicção e pula fora no meio do passeio?

Resumindo:

O maior risco do bitcoin não é a sua volatilidade. Mas sim o custo de oportunidade que você “paga” por continuar com uma alocação de 0% em um ativo com o risco/retorno mais assimétrico da história da humanidade! Bitcoin é volátil demais para você não se expor a ele!

Você já teve 13 anos para estudar essa invenção/descoberta tão revolucionária quanto o fogo, roda, agricultura, imprensa, eletricidade, penicilina e internet pra desenvolver a convicção de continuar posicionado em momentos de pânico, como agora…

Mas felizmente ainda é super cedo!

Estamos atualmente com aproximadamente 109 milhões de usuários e uma população mundial de 8 bilhões.

Ou seja, comprando bitcoin hoje você ainda está “na frente” de 98,6375% da população mundial!

Todos vão comprar bitcoin um dia. Mas cada um vai pagar o preço que merece…

A questão, portanto, não é “se”, mas “quanto” faz sentido para o seu perfil de investidor. E o percentual ideal pra você é uma questão muito pessoal, que você vai descobrir com o tempo.

Tem extrema aversão à volatilidade? Aloque 1% e vá cuidar da sua vida.😎

O mais importante é sair do ZERO!

Só saia do ZERO%!

Seus netos vão lhe agradecer… 😉

Quer estudar e não sabe por onde começar?

Fala inglês?

Esse curso gratuito é uma excelente forma de começar!

PRDV151: Bitcoin for Everybody

Não fala inglês?

Que tal começar pelo livro “Bitcoin – A moeda na era digital” do Fernando Urich?

Siga nossas redes sociais para não perder nenhuma novidade!


Isenção de responsabilidade

O ifologiapop.com disponibiliza gratuitamente informações que o autor acredita serem corretas. Entretanto, em nenhum momento o autor oferece conselho individualizado e as informações disponibilizadas aqui podem não ser adequadas ao seu perfil de investidor. O autor não é um profissional licenciado na área financeira; apenas um curioso e entusiasta de assuntos relacionados à independência financeira (conheça mais sobre o autor aqui). Caso o leitor necessite assistência especializada sobre qualquer questão legal e/ou financeira, recomenda-se a consulta de um profissional. Esse blog não tem o intuito de servir como base para qualquer decisão financeira e nenhuma garantia é feita sobre a veracidade das informações aqui contidas. Resultado passado não é garantia de resultado futuro. Portanto, o autor especificamente se isenta de responsabilidade por qualquer consequência direta ou indireta do uso e aplicação de qualquer informação aqui contida.

4 comentários em “O maior risco do Bitcoin”

  1. Eu até achava vc coerente mas caiu na modinha de bitcoin e cripto.
    Espero que acorde e saia dessa pirâmide a tempo.

    1. Olá Marcelo!

      Você tem razão. Quanto mais eu estudo mais precebo que preciso sair dessa pirâmide.
      Até agora decidi sair da pirâmide fiduciária com 10% do meu patrimônio.

      Um abraço!

  2. Pois é, entrei de cabeça nesse mundo e tem que ter muito estomago para sobreviver. Tenho previsão para alocar 10% da minha carteira. Mas atualmente tenho apenas 4%. O que não está ruim no cenário atual. hahahaha

    Ótimo post Irmão.

    Grande abraço.

    1. Fala “Caminho das pedras FIRE”!
      Pois é… só tendo muita convicção pra aguentar a volatilidade do Bitcoin. Mas eu acredito que uma exposição de pelo menos 1% seja adequada até para os perfis mais conservadores (inclusive para quem não acredita no ativo).
      Fazer hedging contra a própria ignorância é sempre uma boa ideia… rsrs…
      Um abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.